Está chegando a hora de se despedir do atual endereço e dar as boas-vindas ao novo lar? Antes de fechar a porta de vez, no entanto, é preciso encarar uma das etapas mais chatinhas para trocar de imóvel: a mudança. No entanto, com planejamento, esta tarefa pode ser até mais fácil do que se imagina. E algumas dicas vão ajudar a tornar esta loucura de “arruma – desarruma – arruma outra vez” muito mais tranquila, fazendo com que você entre com o pé direito na casa nova.

 

  1. Organize a mudança

 

Planejamento é a chave. Não deixe para fazer tudo em cima da hora. Dias antes da data definida para a mudança comece a organizar a casa. Consiga caixas e embalagens para armazenar os itens. Adquira plástico bolha e encontre jornais para embalar as peças mais delicadas como louças, quadros, cerâmicas, utensílios de decoração.

Não trabalhe sozinho. Reúna família e “mãos à obra”. Você pode ainda pedir aquela ajuda de amigos mais próximos. Para não virar bagunça, divida as tarefas e estabeleça prazos para que tudo esteja no devido lugar.

Não esqueça de separar os itens de acordo com os cômodos e nomear as caixas e embalagens com a parte da casa para onde vai cada peça ou, no caso dos quartos, com o nome de quem pertence o que está guardado. Além disso, indique se o produto armazenado é frágil para garantir o maior cuidado na hora do deslocamento. Use etiquetas e/ou canetas para identificar cada material e adesivos para assegurar que tudo fique devidamente lacrado.

Pesquise as empresas que são especializadas em mudanças, principalmente para os itens mais pesados ou busque entre os amigos aquele que tenha um veículo maior como camionete e van que possa auxiliar no transporte. Assim que carregar tudo lembre-se de dar aquela última olhada em todas as partes da casa para ter certeza que nada ficou para trás e limpe o imóvel.

Ao abrir as portas da nova casa é natural chegar e não saber por onde começar. Tenha calma! Faça como fez ao deixar o antigo imóvel permitindo que a organização tome conta do espaço. Antes de abrir as caixas é fundamental que os móveis e eletrodomésticos maiores como geladeira e fogão estejam instalados. De nada adianta ir desempacotando tudo se não tiver onde guardar. Após este passo importante aí sim pode tirar o lacre.

Mas não abra tudo de uma vez. Priorize. Selecione dentro do imóvel qual cômodo deve ser organizado primeiro e trabalhe cada peça por vez. A cozinha, por ser ponto de encontro da família, é onde a arrumação pode ter preferência. Até mesmo porque tem produtos que podem descongelar e estragar.

Nos quartos, se os proprietários dos mesmos já foram crescidinhos devem ser responsáveis por arrumar o espaço. E os cômodos em comum como banheiro e sala podem contar com a contribuição de todos os novos moradores. Mais uma vez é necessário a definição da função de cada um para a estruturação do todo. Não tenha pressa. Afinal, a casa é sua e a organização pode levar o tempo que você quiser!

 

  1. Desapegue

Não tem situação mais adequada para praticar o desapego do que ao se mudar. Acabaram as desculpas dos adiamentos para separar roupas e outros itens para doar ou mesmo para ir ao lixo. Para não ter o trabalho de arrumar e levar para a casa nova, desapegue antes da mudança.

É comum ir juntando coisas, colecionando roupas, sapatos, guardando objetos que talvez um dia possam ser úteis. Esqueça o “e se” e seja prático. Você usa? Sim, então fica. Do contrário vai embora. É útil? Se a resposta for afirmativa, passa. Senão manda para frente ou para o lixo.

Com relação às roupas, sapatos e acessórios, uma das orientações para fazer aquela limpa no guarda-roupa é se questionar se você usou determinada peça no último um ou dois anos. Se a resposta for não, provavelmente, você nem volte a usá-la.

Se estiver em boas condições, doe. Além de dar um respiro para o armário, ganhando mais espaço para deixar tudo ordenado e visível, ainda ajuda quem tanto necessita. O mesmo vale para utensílios domésticos, roupas de cama, eletrodomésticos e peças que não são mais utilizados e que em vez de ficarem jogados lá atrás no armário, na garagem ou no depósito, podem fazer a diferença na vida de alguém.

 

  1. Vistoria para locatários

Quem mora de aluguel não tem como fugir da vistoria. É o momento em que a imobiliária vai verificar se o imóvel está sendo entregue em perfeito estado, se está tudo dentro do que foi acordado no contrato, se resta alguma taxa ou multa para ser quitada ou se será necessário realizar algum reparo.

Limpe a casa, pinte, conserte se algo foi estragado, arrume alterações realizadas como buracos feitos para pendurar quadros. Acompanhe a vistoria e tenha o contrato em mãos para garantir que todos os direitos e deveres sejam devidamente cumpridos e exigidos.

 

  1. Comunique o condomínio

Tanto o da saída quanto o da chegada avise o condomínio sobre a sua mudança. É comum as administrações de cada local solicitarem informações do condômino, o que é importante para a organização e segurança do condomínio e para a sua própria.

Busque conhecer também o regramento do seu novo local de residência até porque a maioria tem critérios específicos para a mudança. E você não vai querer ter incômodos antes mesmo de se instalar, não é mesmo? Ou seja, ao chegar apresente-se.

 

  1. Transfira os serviços

Para não passar as primeiras noites às escuras lembre-se de entrar em contato com as companhias de energia elétrica, água, TV por assinatura, internet, entre outros. Além de solicitar a transferência dos serviços para o novo endereço é preciso verificar se não há nenhuma dívida de antigos moradores.

Como muitos dos atendimentos são realizados por meio de agendamentos é interessante se planejar para que tudo esteja funcionando e a casa já tenha forma de lar.

Além de todas essas dicas, a Terraz pode fazer com que a mudança para a casa nova seja a mais acertada das escolhas. A imobiliária oferece uma vasta cartilha de imóveis para alugar em todas as partes de Florianópolis. Se a mudança requer planejamento e certa burocracia, o aluguel não. A Terraz Aluguel Digital te ajuda a encontrar o imóvel ideal e você precisa apenas seguir as dicas acima para abrir as portas de uma nova etapa da sua vida e da sua família.