6 dicas para reformar apartamento alugado

Mudou-se para um apartamento, mas ele não está exatamente como você gostaria? Talvez você queira mudar o revestimento do banheiro ou construir uma bancada na cozinha. Alguma mudança que mostre a personalidade do novo morador

Porém, quando você é inquilino, para que qualquer mudança seja feita, é necessária a autorização do proprietário do imóvel. 

Ainda, se a reforma envolver a alteração da fachada do edifício, por exemplo, esta deve ser comunicada ao síndico, que avaliará se será necessário reunir o restante dos condôminos para decidir em conjunto sobre a reforma.

Quando alugamos um imóvel, algumas questões precisam ser consideradas e conversadas com as outras pessoas que fazem parte do processo, que são o proprietário, o síndico e os demais moradores do edifício ou condomínio. 

Quer saber mais sobre o assunto? 

Então confira o conteúdo que a Terraz Aluguel Digital preparou para você!

1. Como saber se posso reformar o apartamento alugado?

Em primeiro lugar, entre em contato com o proprietário do imóvel, por meio da imobiliária.

Quando você aluga um imóvel é realizada a vistoria de entrada, um documento que, na Terraz, é feito por uma empresa parceira, a partir de uma análise minuciosa do imóvel. 

No final do contrato ou, se você decidir por rescindir antes, terá que entregar o imóvel da maneira que está descrito na vistoria. Porém, se há alguma modificação que você deseja fazer, poderá fazê-las como benfeitorias. 

Ou seja, trata-se de uma melhoria que você está fazendo no apartamento, da qual o proprietário irá se beneficiar no futuro, já que uma reforma torna o espaço mais valorizado.

Porém, saiba que você sempre precisará do aval do proprietário. E então, quer saber mais dicas de como reformar o apartamento alugado sem errar? Continue conosco!

2. Quem deve pagar a reforma?

Pode ser que você queira reformar o imóvel devido a algum problema que deve ser resolvido. Vamos usar a seguinte situação como exemplo: foi identificado um vazamento em um cano do banheiro e foi necessário abrir o revestimento para o conserto.

Nesse caso, quando a reforma é estrutural e necessária, não apenas estética, a responsabilidade sempre será do proprietário, de acordo com o que consta na Lei do Inquilinato (8.245/91), no artigo 22:

O locador é obrigado a:

I – entregar ao locatário o imóvel alugado em estado de servir ao uso a que se destina.

 

Problemas similares como danos no telhado, instalações hidráulicas em mal estado, algum problema na fiação elétrica, sempre serão de responsabilidade do proprietário. 

3. Como ter um bom projeto?

Saiba que quanto mais detalhado for o projeto da sua reforma, menores as chances de alguma coisa dar errado. E se você contar com a supervisão de um profissional na reforma, como um arquiteto ou engenheiro, o processo se dará de forma mais rápida e previsível. 

Qualquer alteração que você fizer no imóvel deverá ser acompanhada de uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), que já mencionamos no conteúdo Quais cuidados você deve observar ao envidraçar sacadas e varandas?

Portanto, seja qual for o projeto, conte com o apoio de um profissional que poderá auxiliá-lo e prestar todo o suporte necessário durante o tempo que durar a obra, além de dar um respaldo técnico caso haja o questionamento do proprietário, do síndico ou da imobiliária que está intermediando a locação.

4. Como você pode dar uma cara diferente para o seu apartamento alugado?

Talvez você queira somente dar uma repaginada no visual do apartamento que você alugou, sem necessariamente mexer na sua estrutura.

Uma boa dica, por exemplo, é dar uma cara diferente para o revestimento do seu espaço. Que tal, ao invés de pintar, apostar em um bom papel de parede? Escolha um padrão ou estampa da sua preferência e aplique apenas em uma parede do cômodo. 

Você encontra papéis ou adesivos de parede em lojas de decoração e negócios especializados.

Outra dica é: aposte em uma boa iluminação! Para dar um clima mais aconchegante e intimista, você pode usar trilhos com luzes de led e aplicar no espaço que desejar. Se tiver um teto de gesso rebaixado no seu apartamento, melhor ainda. Trata-se de uma mudança visível e que não irá alterar a estrutura do seu apartamento.

Você também pode apostar em luminárias ou abajures para dar um toque especial na iluminação.

Para dar uma cara diferente a esse espaço, você também pode apostar em peças decorativas, como cortinas, prateleiras ou quadros, por exemplo. Todos esses objetos ajudarão a dar uma cara diferente para o seu espaço.