Alugou um apê? Confira dicas para a vistoria de entrada

Quer alugar ou alugou um imóvel e tem dúvidas de como funciona a vistoria de entrada? Então confere só esse conteúdo que a Terraz Aluguel Digital preparou!

Essa é uma das etapas mais importantes do processo de locação, porque é nesse momento que será avaliado tudo que envolve a parte física do imóvel. 

Paredes, piso, instalações elétricas e hidráulicas, condições das portas e janelas, revestimentos, interruptores de luz, tomadas, além da mobília e eletrodomésticos, se o imóvel já estiver mobiliado. 

Na Terraz, a vistoria de entrada é feita por uma empresa parceira e o laudo é entregue para o locatário depois que o contrato de locação estiver pronto. 

Porém, antes mesmo de receber o laudo técnico, é importante que locatário e proprietário estejam cientes dos itens que serão avaliados. O locatário também pode avaliar esses itens na primeira visita que fizer ao imóvel.

Para saber o que avaliar ao conhecer o imóvel, confere o conteúdo #PrimeiraVisita: checklist do que você deve levar em conta ao visitar um imóvel

A elaboração da vistoria de entrada é de responsabilidade do proprietário, de acordo com a Lei do Inquilinato (nº 8.245/1991). No artigo 22, está descrito:

“O locador (proprietário) é obrigado a:

I – entregar ao locatário o imóvel alugado em estado de servir ao uso a que se destina;

V – fornecer ao locatário, caso este solicite, descrição minuciosa do estado do imóvel, quando de sua entrega, com expressa referência aos eventuais defeitos existentes.”

Apesar de não ser obrigatória, de acordo com a legislação, a vistoria é uma ferramenta jurídica que resguarda ambas as partes envolvidas no contrato de locação e evita discordâncias futuras. 

Na Terraz, nós nos responsabilizamos pela vistoria de entrada e entregamos o laudo para proprietário e locatário (confirmar se o laudo é entregue para ambas as partes!) depois de concluído o contrato de locação. Para saber mais, nos acompanhe!

1. Instalações elétricas

Durante a vistoria são testados tomadas e interruptores, para avaliar se algo está com mau contato. Lâmpadas queimadas são outro ponto de atenção. Nesse caso, é preciso registrar quantas lâmpadas precisam ser trocadas. 

O ideal é que seja feita a manutenção na estrutura elétrica de um imóvel a cada cinco anos. Se você é proprietário, fique atento a esse ponto. Se estiver interessado no imóvel, pergunte para a imobiliária quando foi feita a última avaliação. 

2. Ar-condicionado e ventiladores

Com o verão chegando, é preciso certificar-se de que o ar-condicionado está resfriando o ambiente. Se isso não ocorrer, pode ser que haja vazamento de fluido refrigerante no aparelho. Também é preciso verificar o funcionamento das paletas, que direcionam o ar refrigerado, se estão se movimentando adequadamente. 

Geralmente o ar-condicionado demora mais para funcionar no modo quente e refrigera mais rápido. Leve isso em consideração no momento de avaliá-lo.

No caso dos ventiladores de teto, ligue e veja se as pás estão firmes e se ele está bem instalado. 

3. Instalações hidráulicas

Ao abrir as torneiras, é preciso avaliar se existe algum vazamento, assim como nas descargas e duchas higiênicas. Verifique abaixo das pias se há alguma rachadura por onde a água pode passar e se a cuba está bem fixada. 

No caso do vaso sanitário, pode haver problemas no sifão – tubo que controla o nível de água, impedindo que ele seque ou transborde – e na caixa da água, que fica sobre o vaso. Verifique se a descarga funciona bem e se não há vazamento na caixa ou na base do vaso. 

Quanto ao chuveiro, se este for a gás, é preciso avaliar o aquecimento da água. Se a água não aquecer, pode haver problemas no aquecedor ou no próprio registro. Procure também saber se o fornecimento é individual ou central, no caso de edifícios e condomínios. 

4. Portas e janelas

É preciso abrir as portas e janelas e verificar se há alguma fechadura emperrada. Verifique também os puxadores e a ocorrência de cupins, no caso de portas, janelas e marcos de madeira. 

Na vistoria de entrada é avaliada também a condição dos vidros. 

5. Paredes e pisos

A pintura das paredes também é algo avaliado, assim como o estado de conservação dos pisos, em todos os cômodos.

É interessante que a empresa que realizar a vistoria faça registro da avaliação com fotos, além de revisar a parte externa do imóvel, se houver. 

Como funciona a vistoria de entrada na Terraz

Na Terraz, todo esse processo é feito por profissionais parceiros, que atuam em uma empresa especializada nesse tipo de trabalho.

A vistoria tem o objetivo de assegurar que, ao fim da locação, o imóvel seja devolvido pelo locatário nas mesmas condições em que se encontrava quando o contrato foi assinado. Confira o que diz o artigo 23 da Lei do Inquilinato:

O locatário é obrigado a:

(…)

III – restituir o imóvel, finda a locação, no estado em que o recebeu, salvo as deteriorações decorrentes do seu uso normal.

No final do contrato é realizada a vistoria de saída, que avalia se o imóvel está nas mesmas condições de quando foi entregue ao inquilino. Na Terraz, também ficamos responsáveis por essa etapa (confirmar). 

Para concluir, na Terraz seguimos o seguinte checklist, depois que o locatário confirma que deseja alugar o imóvel:

– Reserva do imóvel;

– Agendamento da vistoria;

– Documento;

– Contrato de locação;

– O inquilino recebe o contrato de locação juntamente com o documento da vistoria.

Depois de receber a documentação, o locatário tem 48h para contestar algum item que não esteja de acordo. Se alguma informação estiver equivocada, a  nossa equipe prontamente corrigirá o documento. 

Para diminuir a chance de desentendimentos, o locatário pode fazer fotos durante a primeira visita ao imóvel para registrar qualquer contestação que deseja fazer na vistoria de entrada.

Esperamos que as nossas dicas tenham sido úteis tanto para proprietários quanto para locatários! E se você tiver qualquer dúvida sobre o processo, entre em contato com a nossa equipe.

Se quer alugar com agilidade, transparência e zero burocracia, venha procurar o seu imóvel na Terraz! Os melhores imóveis de Floripa e de São Paulo, a poucos cliques de distância.