Guia Campeche: conheça o bairro de Florianópolis

A cerca de 12 quilômetros do Centro de Florianópolis está mais um dos paraísos que a Ilha conserva, a Praia do Campeche. Pela proximidade da região central, pela paisagem exuberante, pela areia fina e branca e por points tradicionais no local, o bairro do Campeche se transformou em um dos preferidos para o lazer de moradores e turistas.

Mas nos últimos anos, a busca pela região vai muito além de diversão, dos dias ensolarados e de finais de semana. Hoje, o bairro é um dos que mais cresce devido ao desenvolvimento de vários empreendimentos, cada vez mais modernos e com excelente infraestrutura.

Em uma velocidade surpreendente, o bairro do Campeche, recanto de forte tradição e muita história, assiste a uma verdadeira transformação em todos os segmentos, com a implantação de mais espaços de lazer e de encontros, com a abertura de novos negócios, o fortalecimento da economia local, e sendo a escolha de cada vez mais gente, para passear ou morar.

O que torna o Campeche ainda mais singular é que esse tanto de novidade compartilha espaço com o tradicional, com o que desde sempre faz o bairro ser tão especial, como os pescadores que seguem firmes e fortes com seus ranchos, redes e barcos de pesca, exibindo ao vivo e em cores como a tradição se perpetua.

E assim, nesta mistura do antigo e do novo, do nativo e do recém-chegado, do morador e do visitante, de tradição e do atual, de história e de novidades, de praia, areia, Ilha, de bares, parques, ruas, comércio, espaços de convivência, de ranchos, casas e prédios, o Campeche vai se transformando, consolidando, vivendo novas etapas e tornando-se a principal escolha de moradores, turistas e cada vez mais de investidores.

Apesar de tanta história, é perceptível que o bairro ainda tem muito a contar, a descobrir, a oferecer. É claro que o novo Campeche é novo mesmo e que tem muita história ainda para ser e para compartilhar com quem ali decidir viver.

História do Campeche

A principal avenida do Campeche chama-se Pequeno Príncipe. E aí você pode se perguntar por que uma rua de um bairro de Floripa leva esse nome. A resposta está na história. Por sinal, o local tem uma das mais exclusivas e curiosas da cidade.

O nome da avenida, assim como o de outras ruas e locais, faz referência à passagem de franceses pela região. Segundo a história, inclusive Antoine de Saint-Exupéry, o famoso autor do livro O Pequeno Príncipe, era visita frequente no bairro. 

Na década de 20, foi instalado no Campeche o primeiro campo de pouso de Florianópolis, utilizado para o reabastecimento dos voos entre Paris e Buenos Aires. O comandante da rota, Saint-Exupéry, aproveitava a passagem pela região para descansar e não demorou a ficar amigo dos moradores. 

Há versões diferentes sobre o nome do bairro, mas uma delas também está ligada aos franceses. Conta a lenda que Campeche provém de um apelido dado por Saint-Exupéry ao local: Campo de Pesca, em francês, Champ et Pêche. Ou Campeche. 

Essa versão até hoje gera polêmica porque campo de pesca em francês é domaine de la pêche. Além disso, o nome já aparecia em mapas do século XIX. De toda forma, a passagem, as aventuras e as lendas envolvendo o nome do famoso escritor e aviador são contadas com orgulho pelos moradores e, como não poderia ser diferente, fazem parte da história do bairro e mudou os rumos da cidade.

Como a região recebeu e viveu os primórdios da aviação, o aeroporto de Florianópolis foi instalado no Sul da Ilha, onde está localizado até hoje. Recentemente, o novo terminal foi inaugurado na região, com excelente infraestrutura, e ainda muito próximo e com fácil acesso de quem está ou vai para o Campeche.

Infraestrutura

Com tamanha tradição com a aviação não é nenhuma surpresa que o Campeche continue voando alto. E agora na infraestrutura que fica cada vez melhor. Mesmo próximo ao centro, o bairro oferece todos os tipos de serviço.

Na saúde, é um dos mais próximos da Unidade de Pronto Atendimento, a UPA, com atendimento 24 horas. O Campeche conta ainda com a Policlínica Municipal Sul, posto de saúde, várias opções de farmácias e clínicas de todas as especialidades.

Na educação, não faltam creches, escolas públicas e particulares de ensino básico, fundamental e médio. Apenas universidades não têm endereço na região. Há ainda agências bancárias, postos de gasolina, hotéis e pousadas e o comércio oferece uma grande variedade de produtos e serviços. 

Com crescimento acelerado, aumentam também as obras de infraestrutura na região como a pavimentação de ruas, abertura de novos acessos e implantação de mais áreas de lazer, diversão, convivência e para prática de atividades físicas. 

Aliás, espaços para quem gosta de esporte não faltam. Começando pela imensidão da praia, ótima para o surfe, kite surf, caiaque e até stand up paddle. Sem falar na areia que é sempre um convite para uma caminhada, corrida ou para algum jogo coletivo. 

Para os adeptos do beach tennis, modalidade que virou moda em Floripa, há um espaço privado que já se tornou o ponto preferido seja para jogar, assistir ou só mesmo para passear. 

A Praia do Campeche

Mesmo com tanta novidade, ela segue como a sensação do bairro. Com três quilômetros e meio de extensão, a Praia do Campeche é uma das mais frequentadas de Florianópolis. Devido às características do mar e do vento é uma das queridinhas dos surfistas e kitesurfistas. 

Também é a preferida do público jovem, principalmente na região do Riozinho, parte da praia famosa por reunir uma galera muito bonita e por, naturalmente, deixar o verão ainda melhor e mais divertido. 

Mas não apenas de azaração vivem as areias do Campeche. A praia também recebe muitas famílias devido, entre outros, à grande faixa de areia, perfeita para a criançada. Mas fique atento porque, às vezes, o mar está agitado e quase sempre a água é gelada. O que não tira a magia e os encantos do local. 

A Ilha do Campeche

Não bastasse ter uma praia linda e imensa e estar praticamente grudada na Praia da Joaquina, ao norte, e na Praia do Morro das Pedras, ao sul, o Campeche ainda tem uma Ilha. É isso mesmo. 

A cerca de 1,5 quilômetros da praia principal, a Ilha paradisíaca é uma atração à parte. Para chegar até ela, há passeios de barcos e escuna que saem da Praia da Armação, Barra da Lagoa e do próprio Campeche. 

Independente de como você vai, o passeio vale muito porque a llha é de tirar o fôlego. A água cristalina e calma, a areia branca e fina, além de sítios arqueológicos com inscrições rupestres, algumas trilhas e a natureza preservada fazem você entender o motivo de Floripa ser chamada de Ilha da Magia. 

Vem pro Campeche!

Seja na ilha, na praia, no mar ou em terra firme, o Campeche é um misto de tradição e atualidade, de história e contemporâneo, de passado, presente e totalmente aberto ao futuro. Aliás, o Campeche é o futuro. Porque ainda tem espaço e oportunidade para se desenvolver e avançar, para receber e abrigar o novo.

Se você busca imóvel na região para morar ou se já tem e quer anunciar, saiba que melhor do que estar em um dos bairros de Florianópolis que mais cresce é anunciar e locar com total garantia. Acesse agora mesmo terraz.com.br e more nesta região que já tem tudo, mas que quer cada vez mais e mais.